Com o Abençoado Dr. Moro e toda a brilhante Equipe da Lava Jato passando o Brasil a limpo, proponho que a faixa Ordem e Progresso de nossa Bandeira seja “endireitada” mirando o alto e não voltada para baixo. Ordem e Progresso apontando para baixo é o mesmo que escrever “desordem e decréscimo”. Não se escreve uma palavra, uma frase, um nome com as letras caindooooo … sempre subindooooo ! Fica aqui o registro OFICIAL do Lord Rollo que despertou para este detalhe que muitos olham mas não veem. Depois não digam que não foram avisados ….. #keeplooking #ordemeprogresso #brasil #bandeira #flag #verde #amarelo #azul #branco #paracima #parafrenteeparaoalto #recomendo #registrooficial

Com o Abençoado Dr. Moro e toda a brilhante Equipe da Lava Jato passando o Brasil a limpo, proponho que a faixa Ordem e Progresso de nossa Bandeira seja “endireitada” mirando o alto e não voltada para baixo. Ordem e Progresso apontando para baixo é o mesmo que escrever “desordem e decréscimo”. Não se escreve uma palavra, uma frase, um nome com as letras caindooooo ... sempre subindooooo ! Fica aqui o registro OFICIAL do Lord Rollo que despertou para este detalhe que muitos olham mas não veem. Depois não digam que não foram avisados .....

A arte do vestir-se é dominada por poucos. No MANUAL DO LORD vc encontra uma lista do que não sai de moda nunca. Acrescentem aí : gravata de petit pois intercalado ou alinhado (como a da foto ) são eternas e podem ser usadas de dia ou noite principalmente as de fundo azul ( azul claro, azul acinzentado marinho ou midnight blue). #art #arte #man #modamasculina #manualdolord #tie #gravata #petitpois #bolinhas #blue #azul #uomo #silk #dayandnight #day #night #forever #trustme #style #mytaste #tastemaker

A arte do vestir-se é dominada por poucos. No MANUAL DO LORD vc encontra uma lista do que não sai de moda nunca. Acrescentem aí : gravata de petit pois intercalado ou alinhado (como a da foto ) são eternas e podem ser usadas de dia ou noite principalmente as de fundo azul ( azul claro, azul acinzentado marinho ou midnight blue).

Loft Blue

     

Entregar um projeto de decoração é tão gratificante quanto começar a criá-lo. Este Loft que acabo de decorar, tem um histórico singular. O cliente, um jovem profissional da área da beleza,  queria cores alegres e para cima. Nas reuniões, a preocupação com os tons era frequente. Meu trabalho de criador/decorador é bem particular: não costumo revelar 100% de como ficará o trabalho finalizado. Esta é uma forte característica de quem cria. Nem sempre o cliente tem a mesma visão espacial, noção do conjunto, o que por um lado é bom para surpreendê-lo com o resultado. Como prometi em post anterior, seguem algumas dicas para nortear a equação da boa decoração, economizando aqui e ali, investindo em ítens eternos e valorizando o desejo do cliente!

• Depois do quebra quebra aqui e ali para a aumentar a área social, escollhi um tom suave e ttranquilo para as paredes. Chamei de Azul Cristalino este tom azulado com uma gota de verde. O truque para ampliar visualmente e dar unidade a toda a área social, foi pintar as portas (entrada e lavabo ) na mesma cor das paredes. Somente a guarnicão das portas, rodapés e foram pintados de branco. Teto branco também ilumina o ambiente.

• Sugeri ao cliente que ao invés de muitos quadros, e muiiiitoooosss objetos, investíssemos em móveis da melhor qualidade. Passamos quase dois anos garimpando em leilões , antiquários nacionais e internacionais e alguns sales imperdíveis. Enquanto a construtora seguia com a obra, já estávamos colecionando peças incríveis. Alguns pensam que só se deve comprar quando o apartamento já está entregue. Nada disso. O cliente que busca un profissional, o faz justamente para direcioná-lo e deve confiar em seu arquiteto ou decorador. Em dois anos, a oportunidade de comprar móveis especiais em sales é maior do que sair a procura de tudo assim que o apartamento for entregue. O prazer de mudar de casa, de chamar um decorador, é curtir cada etapa, aprender um pouco sobre estilo, conhecer nomes de designers e artistas …

• Neste projeto, trouxemos de fora um par de poltronas italianas fifties de Marco Zanuzo. Era o início das aquisições então gastar um pouquinho a mais logo de cara faz parte, desde que sejam peças eternas como estas.  Em seguida equilibramos o budget  com outros ítens.  A compra valeu: compramos 2 das 4 poltronas a venda. Apesar do valor alto, as outras 2 foram adquiridas pela Galeria Nilufar de Milão e que sem dúvida colocou a vendeu por pelo menos 5 vezes o valor que meu cliente pagou 

• Para equilibrar a aquisição das poltronas citadas acima, o sofá chesterfield da saleta em frente ao living, veio de um Família Muda -se e o tecido 100% algodão em micro estampa geométrica, compramos na Cinerama no Itaim. O metro não saiu mais que R$ 30,00. 

• As cortinas em ikat de algodão em tons de cinza também garimpei na Cinerama por um precinho camarada.

• O sofá do living, um Dinucci super chic anos 40, ganhou revestimento nobre de veludo italiano Rubelli. Misture tecidos da melhor qualidade com outros mais em conta mas que sejam puros e não sintéticos. O resultado é incrivel pois faz parecer que tudo é importado.

•O cliente queria muito duas coisas: parede de espelhos e um biombo. Feito! A parede atrás do sofá foi revestida em retangulos de espelho e o “dente” que o lavabo cria na saleta também. Espelho é sempre fascinante ainda mais quando uma placa espelhada é colocada em frente a outra em algum ponto do ambiente como usei neste projeto. O volume do lavabo ficou disfarçado e este “dente” revestido de espelho cria uma certa magia refletindo a parede de espelhos do living. 

• O biombo também Dinucci foi comprado no mesmo local que o sofá. Como a sorte estava a nosso favor, a loja passou o valor errado do biombo e já que compramos outras peças, o antiquario manteve o valor inferior. O cliente então me perguntou: vc acha que devo comprar? Respondi: it’s now or never! 

• Se me lembro bem, a primeira peça que me apaixonei para este projeto, foi a mesa de centro italiana branca em forma de seixo rolado. é inusitada, arrojada e une com perfeita harmonia a sequência de shapes de 3 décadas subsequentes: sofá Dinucci anos 40 com encosto arredondado, par de poltronas Zanuzo anos 50 com braços em ameba, e mesa contemporânea ovalada mas com total cara anos 60. 

• O decor deve sempre começar pelo tapete, que é a base que sustenta o ambiente. Esta dica infelizmente não funciona muito aqui no Brasil. Em geral as pessoas acham que o tapete é a última coisa. Costumo mostrar 2 ou 3 opçoes de cada peça importante para o cliente, mas no caso do tapete do living, só levei este arrojadíssimo de lã e seda com elipses em ton sur ton de azul. Assim que instalado, pensei : é a cereja do bolo. 

• Como uma boa peça pede outra, assim que esticado o tapete, posicionei este par magnífico de poltronas francesas estilo Louis XV, fim séc 19, revestidas de tecido adamascado da melhor qualidade na cor damasco. Laranja e azul são cores complementares e de uma beleza que pode ser clássica ou moderna dependendo das tonalidades.

Saboreiem mais este Decor FR em tons de azul cristalino, azul imensidão, marfim, celadon, salmon, cinza do bom, cru, preto, ouro, prata , cereja e finalizado com calda de damasco encorpado. 

Agradecimentos: o fricassé de orquídeas encomendei a querida florista Lucia Milan, expert no assunto! 

  

   

  

  

  

  

  

  

 

  

Blue Memories

   

Eu te darei o Céu meu bem, e o meu Azul também! Amo azul! Minha vida não é cor de rosa mas meu mundo é Azul! Volta e meia falo desta cor: Azul Príncipe, Azul Polvere, Azul Paris, Azul Lanvin, Azul Chambray, Azul Oxford, Azul Boucher, Azul Sem Fim como na Obra acima do artista Marc Rothko. Azul : cor delicada, harmoniosa, que transmite tranquilidade e equilibra o humor. Não sei o que seria de mim sem esta cor que muitos comparam ao mar. Azul para mim não é água, é AR! Não vivo sem azul ao meu redor. Meu quarto é azul polvere, minha sala de vestir é azul Paris, minhas camisas prediletas são azuis em diversos tons. Azul é meu mantra. Meu manto é camisa azul e calça marinho. Lembro até de algumas das camisas azuis que amava quando criança. Usei uma em tom de azul acinzentado para uma matinée dançante no clube, num domingo, lá nos anos 70. Claro que eu era muito pequeno e tinha vergonha de dançar em meio as crianças mais velhas e adolescentes. Mas pirei quando tocou Macho Man do Village People …foi em 1978!!! A camisa tinha platinas nos ombros e um bordado tipo brasão no peito, um modelo militar diria, provavelmente de uma griffe da época chamada Marshall. Nome inspirado no Coronel Marshall? Maybe…maybe…. Outra camisa azul que me lembro, era de uma fantasia de príncipe. Era de cetim azul, mas só para usar em teatrinhos da escola. Na minha formatura de inglês, anos 80, usei uma camisa azul clara de oxfordine da Fiorucci. Marcas diversas explodiram nesta década. Minhas calças, camisas, camisetas e moleton ou eram Fiorucci ou eram Fiorucci. Ah, até minhas cuecas e alguns tenis eram Fiorucci nos anos 80! Comprei um tenis cano alto todo azul claro, desde o  solado de borracha até o canvas. Tudo azul bem suave. Usei azul também, desta vez marinho,  para apresentar meu trabalho de graduação de arquitetura. Marinho transmite confiança, seriedade e compromisso. Totalmente minha filosofia. Levei 10 de todos os professores da bancada. Ah, todo o meu TGI, foi impresso em papel vergé, azul clarissimo bien sur! Acho que tenho ele guardado. Anos depois descobri que Azul é a cor da proteção e que até o século 19, era considerada uma cor feminina. Sim, bebês do sexo feminino usavam azul claro. Não sei se os meninos usavam rosa…..rssssss…..mas azul era cor para meninas. No século 20, esta tradição se perdeu, não sei bem qual a razão. Sera que acharam que os meninos precisavam de mais proteção já que foi só no século passado que as mulheres ganharam voz e direitos iguais na sociedade? Será que o azul passou a ser uma cor ligada a meninos para se protegerem das meninas?  Quem sabe? Sabem que os dias da semana tem cor para mim? Segunda é branca, terça marfim, quarta azul, quinta amarelo ouro, sexta vermelho, sábado rosa e domingo verde musgo. Uau…hoje é quarta e estou aqui escrevendo sobre o azul…….. Quando olho para o céu, se estiver azul, vejo coisas lá em cima que talvez nem todo mundo veja……Ainda duvida que minha cor é azul? Ah, meu sangue, não é de Principe não! É apenas de Lord. Por isso não provoque, é cor de rosa shock. 

                                  

 

Famoso Salão Azul no City Palace em Jaipur, construído no alto do palácio para admirar a Lua no verão

 

                              The Chinese Garden por François Boucher  

                                     Daybed Jansen estilo Louis XVI   

 

Sala de Jantar com paredes em boiseries patinadas de azul. Residência do Duque e Duquesa de Windsor em Paris, toda decorada pela Maison Jansen 

 

               Poltronas Jansen anos 30, revestidas de adamascado pale blue 

   

                          Decor azul opalinado no City Palace em Udaipur