Singita Lebombo Lodge

img_5297

Participar de um safari é o tipo da coisa para se fazer algumas vezes na vida. Quem já fez sabe a emoção que circunda toda esta aventura. Só este ano fui convidado mais de uma vez e por um motivo ou outro precisei adiar. Um dos motivos mais fortes que me fez declinar certo convite foi o fato de não ter ficado 100% satisfeito com um dos hotéis do roteiro e como minha credibilidade vale ouro, refutei até montar eu mesmo meu roteiro com todo o suporte do complexo Singita que possui diversos lodges pela África. Comecei então a traçar o roteiro privilegiando o Singita Lebombo Lodges ao norte da África do Sul, localizado no gigantesco Kruger Park.  A dica precisa é ficar uma ou duas noites em Johannesburg de preferência no Saxon Hotel ( considero o melhor da cidade) e em seguida pegar um vôo da Federal Airlines para o Singita Lebombo localizado na extensa colina Lebombo que faz divisa de terra com Moçambique. Na foto acima, logo na chegada ao Kruger Park, fomos recebidos pelas girafabulous top models que apelidei de Linda, Cindy, Tatjana, Helena e Yasmin. Fiquei maravilhado com a sincronicidade impecável com que posaram  para o meu primeiro click. Após um quade torcicolo de tanto que abusei em admirá-las e clicá-las, seguimos para o lodge e não via a hora de aproveitar a minha cabana modernista quase minimalista no meio da savana. O Singita Lebombo é um dos lodges mais bem desenhados e decorados de toda a África. Agora é hora de desfrutá-lo enquanto conferem abaixo meu abrigo paradisíaco circundado por elefantes peso pesado, leōes dorminhocos, impalas ariscas e zebras belíssimas.

img_5363

img_5365

img_5312

img_5330 img_5315  img_5331 img_5338 img_5354  img_5411 img_5417 img_5419 img_5421-1 img_5425-1

TEFAF NY 2016


A TEFAF ( The European Fine Arts Fair )vem se consagrando como a feira da mais elevada categoria por reunir o melhor da antiguidade e modernidade. A primeira edição fora dos domínios holandeses acontece em New York de 22 a 26 de outubro no epicentro mais valorizado da cidade. Bem ali no histórico Park Avenue Armory, a TEFAF foi meticulosamente montada e pasmem: toda a estrutura dos stands e outros detalhes foram levados diretamente da Holanda e montados em 4 dias. Quando se fala nos holandeses pensamos logo em old masters, flores, bicicletas etc…mas o que nem todos sabem é que o país de Van Gogh é mundialmente reconhecido pela sua incomparável eficácia em logística. Para que o DNA da TEFAF fosse mantido e pudesse florescer em todo seu esplendor na Park Avenue, tudo foi criado e produzido “em casa” e enviado aos USA. Se termos de custos, obviamente o valor é três maior se comparada a ideia de produzir  na terra do tio Sam. A TEFAF não mede esforços nem budget em suas edições anuais. Em Maastricht a feira acontece sempre na primeira quinzena de março. Já a TEFAF NY chega com duas datas e conteúdo distintos: no outono antiguidades ate 1920 e na próxima primavera de 1920 até hoje. A dica é explorar cada feira em dois dias, um para se concentrar naquilo que gostou de imediato e outro para ir mais a fundo e aprender sobre o não conhecido. A bagagem cultural que um evento deste porte proporciona é incalculável. www.tefaf.com

Abaixo o melhor da TEFAF NY escolhido com precisão e atençãopor Lord Rollo para encantá los e criar o desejo de visitarem a feira mais sofisticada de leste a oeste tanto pelo que apresenta como pelo público ultra refinado.

Par de apliques esmatados George III , China período Qianlong, circa 1750. Ronald Phillips Fine Antique English Furniture


Deslumbrante e raríssimo par de consoles azul claríssimo no mais puro Barroco Piemontese. Laura e Luca Burzio

5 painéis pintados por Evariste Fragonard representando os meses de Abril, Agosto, Julho, Outubro e Dezembro, circa 1808. Manufacture Joseph Dufour. Carolle Thibaut-Pomerantz

Gazela de porcelana chinesa, sec 19. Vanderven Oriental

Vaso de mármore con relevo de ondas, Roman Empire, seculo I AD. Axel Vervoodt

Busto do Imperador Hadrian

Espetacular Elephant Table com tampo e base de porphyry, uma das pedras mais valiosas usadas em mobiliário. England, circa 1735. Ronald Phillips Fine Antique English Furniture


Aparelho de jantar Cia. Das Indias com rara borda marmorizada. Jorge Welsh 

Colar anos 40 Rene Boivin. Presented by Véronique Bamps

Brincos de brilhante 5k com montagem de bronze em forma de ouriço do mar. Hemmerle

Queen Anne Japanned Cabinet, England circa 1725. Apter Fredericks

Relógio silver plated Joseh Hoffmann. Primavera Gallery 

Óleo de Delacroix por Théodore Gericault. Jean Luc Baroni

Cenas de natureza montadas em micro mosaico

Mesa Regency de laca com motivo Japonismo, circa 1815. Apter Fredericks

Espetacular Elephant table George II com tampo e base de porphyry, England circa 1735.Ronald Phillips Fine Antique English Furniture

Par de cômodas George III de laca chinesa atribuídas a John Cobb, circa 1765. As alças laterais aparecem apenas em cômodas inglesas, detalhe útil criado para facilitar o carregar. Price $ 3,500,000.00 . Ronald Phillips Fine Antique English Furniture

Par de espelhos George III, circa 1765. Ronald Phillips Fine Antique English Furniture


Buffet anos 40 de Pierre Pansart. Primavera Gallery

Cadeiras com pintura japonista, estilo George II , circa 1750. Apter Fredericks 

Par de girandoles de parede, George III. Ronald Phillips Fine Antique English Furniture

Par de espelhos com apliques, estulo George III, Irlanda circa 1790. Ronald Phillips Fine Antique English Furniture

Par de urnas russas, século 18. Galerie Perrin

Tampo de pietradura, Roma circa 1800. Galerie Perrin

Acima, o Rei Juan Carlos assina sua abidicação ao trono em mesa de pietradura de Giacomo Raffaelli mesmo artista do tampo exposto pela Galerie Perrin

Para aqueles que acham que antiguidade é algo pesado e coisa do passado, a imagem do stand da Galerie Perrin acima prova o contrário. Acomposição, a geometria e o colorido são extremamente fresh e atuais. Foi ali que vi Lauren Santo Domingo embasbacada com tuuuudo

Stand de Axel Vervoordt montado em uma das salas originais do Park Armory

BERNARD BOUTET DE MONVEL

        
Escultor, pintor e decorador, Bernard Boutetde  é um dos artistas do Art Deco que mais admiro. Considerado um dos homens mais bonitos e de maior bom gosto na Paris dos anos 20 e 30, encantava Príncipes e Marqueses além de toda a sociedade internacional abastada da época. Seu estilo de pintura retilíneo é masculino mas a graciocidade das cenas e movimentos do assunto explorado cria a harmonia necessária para equilibrar a geometria do seu estilo de pintar e desenhar. Portraits “em perfil” é uma de suas particularidades. A grande decoradora Lady Mendl ( née Elsie de Wolf ), Marquês de Cuevas, os du Pont, Vanderbilt e Frick foram retratados por Bernard Boutet ( assinava BB do lado esquerdo das obras) com grande elegância  e resultado quase hiperrealista. Pesquisando um pouco mais sobre sua postura e alto gosto, posso afirmar que BB emprestava todo seu garbo a quem quer que fosse retratado. A Sotheby’s Paris coloca à venda dias 5 e 6 de abril seu acervo particular que inclui inúmeras pinturas, móveis e objetos pessoais que estiveram guardados pela família. www.sothebys.com

A pintura acima do Maharadjah D’Indore é uma das mais conhecidas
   Bernard Boutet de Monvel, 1881 Paris e faleceu em 1949 no desastre aéreo nos Açores

  
A esquerda “Le Colonel Dimitri D’Osnobichine”  e a direita Le Prince Sixte De Bourbon-Parma

 L’Abondance et Apollon

   Diane et Actéon 

Portrait de William Kissam Vanderbilt, Jr.

  
Etudes de Palmiers et de Végétation