HOTEL DE L’EUROPE AMSTERDAM

  
 

O Hotel de L’Europe em Amsterdam  é histórico e ultra tradicional. Com arquitetura do século 19, foi construído como um grande palácio bem na quina de um dos canais da parte mas antiga da cidade e foi também o primeiro prédio com eletrecidade. O de L’Europe nasceu para ser um five stars hotel desde o início. Com 111 suítes, todas voltadas para o canal, o hotel foi adquirido pela família Heineken há 3 gerações. A imensa galeria de entrada com obras que reproduzem famosas pinturas dos old masters holandeses, é iluminada por fileiras de lustres de cristal à esquerda e à direita. O Freddy’s Bar todo em estilo art deco original, deixa no ar a deliciosa essência de um autêntico filme noir. Os locais elegem o Freddy como um dos bares mais especiais da cidade. Minha suíte no de L’Europe é um sonho: toda forrada com papel de parede azul com desenhos brancos em chinoiserie, cortinas de veludo acinzentado, cama com os maiores travesseiros que já abracei e sala de banho com placas imensas de Carrara e mais um terraço de quase 5 metros debruçados sobre o canal. Precisa mais?  Ah, toda noite, um cartão “pillow notes” com uma frase curiosa é colocado ao lado da cama. O de L’Europe era o hotel favorito de Alfred Hitchcock. Minha querida amiga Renée Behar, uma das pessoas mais exigentes em termos de gosto e serviços, também elege o de L’Europe como sua casa quando está na cidade. Amsterdam é daqueles destinos que podem ser visitados o ano todo mas especialmente em Dezembro quando acontece o mágico Festival das Luzes, ou fim de março quando o jardim mais lindo do país é aberto a visitantes por apenas duas semanas, ou no verão quando todos vestem laranja (cor oficial da Holanda) para a grande festa em comemoraçãoo o aniversário do Rei. Em Agosto, Amsterdam transborda de alegria com o Gay Pride, um dos mais famosos do mundo. Novidade para mim foi descobrir que no alto inverno, caso a neve se extenda por 3 ou 4 dias, os canais d’água congelam e transformam-se em pistas ou corredores de patinação. Visitar os 3 museus vizinhos é uma das atividades obrigatórias logo nos primeiros dias . O Van Gogh, Stedelijk de arte comteporânea e o gigantesco Rijksmuseum estão a walking distance entre si. Depois deste banho de imersão cultural, o que mais amo fazer em Amsterdam é pegar uma bike e pedalar pelos canais desenhando e fotografando as fachadas e detalhes das portas das townhouses de tijolos crus ou pintados. A sensação de liberdade que a cidade proporciona é para ter para sempre na memória. O de L’Europe faz parte do Leading Hotels of the World e as reservas podem ser feitas diretamente com a LHW. 

 
 

   
     

    
   

   

  
 
  

    
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *