Estilos Abençoados

 

A Cardeal é um dos meus endereços favoriotos para buscar estilos consagrados seja no mobiliário tradicional intercontinental ou nacional sem igual. Dirigida pelo sempre atencioso Guto Otaviani, a Cardeal dispões todo seu acervo em 4 andares. O ideal é pegar o elevador até o quarto andar e ir descendo de escada. Vale a visita! Surpreendam se com a seleção Approved by Lord Rollo. Acima, aparador sueco séc XIX. http://www.cardeal.art.br

  
Poltrona Maison Jansen de couro original com friso dourado

Biombo Coromandel, início sec XIX  
Cômoda dinamarquesa em tom pitanga, início sec XIX 

O Melhor da ABIMAD 

   
 
 

A Abimad é uma das poucas feiras que visito no Brasil. Diversos produtos da linha Fabrizio Rollo Collection foram lançados nesta feira que acontece duas vezes ao ano. Sua vigésima edição que começou ontem no Expo Center Norte vai até quinta dia 30 julho. A feira que é dirigida exclusivamente ao varejo, é como um imenso garimpo onde cada lojista escolhe o que vai abastecer e enfeitar suas lojas. Mobiliário ,objetos e complementos para a casa , produzidos no Brasil e outros importados, saem dali para os melhores endereços da decoração. Confiram o melhor da Abimad aprovado por nosso Site FR e aplicativo. A edição abaixo é como um guia do que vale a pena comprar e encomendar, seja para o logista ou consumidor final encomendar na sua loja favorita!

Na foto acima, FR com Michel Otte e em outos momentos ao lado de Bettina D’Archemont da Secrets de Famille,  com Marcelo Felmanas da 6F e com o casal carioca Andrea Liberal e Luppa Marini da Liberal Marini. Casal pra lá de divertido e conectado com o melhor do decor. Andréa é neta de Antonio Liberal que era irmão de Henrique Liberal, o primeiro e único grande decorador brasileiro! 

Console de ferro com folha de ouro, desenho ao gosto anos 40. Os obeliscos de madeira escura são tão indispensáveis para compor o look Glamour Toujour! Tudo da Liberal Marini
 
 Tons de água no tapete de fibra sintética para área externa, da Liberal Marini

Outra opção de tapete sintético para árra externa, Liberal Marini 
 
Poltronas cor tangerina, design Carlos Motta para Butzke Unique

  

Poltrona e banqueta de fitas coloridas, design Alcantarino, Butzke

Banco vom assento xadrez de fotas navy e branco, Butzke  

  

Mesas de apoio com tampo de vidro colorido, Ethnix

  Mil estampas nas toalhas de mesa da Ethnix
   
Poufe de kilim ideal para a sala íntima ou terraço, Ethnix


Poltrona mexicana de spaguetti plástico, importada pela Ethnix

   

Sofá de madeira Mango, importado pela Ethnix

  
  

Butterfly chair de lona verde militar para o decor masculino descontraído-desencanado, Ethnix

  

Uma das minhas peças prediletas é este tamborete de madeira tamarindo com tampo de folha de cobre. O que é bom e chic muitas vezes não precisa ter assinatura e tampouco ser considerada uma peça de design! Parabéns a Warehouse pela novidade
  

Amei as mesas de fibra sintética estonada, que mesmo ao toque parecem fibra natural. O Site FR batizou as mesas de Acapulco pela pegada fifties com sabor de veraneio. São da Deco Metal

Acima e abaixo, tapetes de suede impresso, da Tapetah  

  

  

Barcelona revestida de couro limão siciliano da importadora Rivatti

  

Garden seat black fosco como pele de tubarão, da Rivatti

  

 Garden seat com desenho otomano em Y trançado. Esta padronagem foi muito usada por David Hicks, o maior decorador inglês dos anos 60 e 70. Importado pela BTC

Peanha com pátina ouro da Marizza Prado que produz tudo em São José do Rio Preto

  

Tambor de folha de prata, Marizza Prado

A banqueta faux bamboo ganhou pátina ultra especial. A pintura dourada uma certa névoa que a diferencia de tantas outras banquetas de metal dourado. Marizza Prado  

  

Mesas componíveis de madeira com laca fosca, Essenza

Poltrona Monalisa de cabo naval, GS fibras naturais

  

 Bandejas de aço inox com efeito batido, Ribeiro e Pavani
Super charmoso o garden seat cerâmico, Ribeiro e Pavani

  
A Secrets de Famille traz o melhor do sul da França. Os boutis são imbatíveis

  

Garden Seat Fabrizio Rollo Collection para 6F. Vai bem na frente de sofá, ao lado da poltrona de leitura, embaixo ou logo em frente ao móvel de cabeceira….solte a criatividade. Decorar é a arte de explorar diversas possibilidades

Tecido Diamante com lsangos em cru e verde, Fabrizio Rollo Collection para 6F

A coleção de peças assinadas por Attílio Baschera e Gregorio Kramer é inspirada no Brasil Colônia. Lançamento da 6F

  

Almofada bordada em gregas nas cores off white e azul Paris. Superrrr chiccccc ! 6F
Poltroninha de veludo e franjasao gosto vitoriano, 6F

Copos, taças e bowl de milk glass para montar a mesa dos sonhos, 6F  
  
Espelho de folha de metal em forma de rosácea, 6F

    

Aparelho de jantar Richard Ginori com petit pois, moranguinhos e joaninhas para fulaninha nenguma botar defeito, 6F

  
Tapete em patchwork de pele colorida, produção nacional e arrojada da Tapecouro! #approvedbylordrollo

 
Ânforas com inspiração Art Deco, Studio Casa

  Almofadas de veludo impresso, Silvia Heringer

 
Cadeiras com look colegial, importadas pela Mart

    Mesa de centro em 2 tamanhos e diversas cores. O ideal é usar a maior com a menor logo abaixo, da Mart

 
Cadeira para área externa produzida com fitas coloridas sintéticas. Um charme pra usar lá fora ou até na copa! Donaflor Mobilia

PERFECT EFFECT

   


6 Days a Week : Perfeição em seis versões eternas tanto no look quanto nas proporções. Confiram abaixo cada detalhe e saiba onde ousar e usar!

  • O look 1 em costume ( duas peças) escuro, usa camisa azul claro com listas brancas suaves para quebrar a seriedade. Gravata de crochê de seda adiciona textura e uma pitada de fantasia fica por conta do lenço com desenho discreto. O loafer preto sem meias deixa mais informal. Com meias , o look fica perfeito para ocasião mais formal como um casamento.
  • Look 2 todo cinza é um clássico desde os anos 50 quando esta cor discreta e sóbria entrou para ficar de vez no guarda roupa masculino. Camisa branca e gravata preta conduzem o homem em qualquer situação do dia para a noite com toda distinção.
  • Look 3 é tão elegante e formal quanto o look 1. Costume azul profundo com camisa azul claro em micro listas, gravata azul sem frescura e um lenço branco para iluminar o rosto. Pode ser usado com sapatos pretos ou marrom escuríssimo. Ideal como convidado ou até se for o noivo para um casamento menos pomposo.
  • Look 4 é um trio indispensável no verão. Paletó marinho peito duplo 4 botões, calça branca e camisa azul não tão clara. Gravata marinho, loafers pretos ou mesmo marrons não muito escuros ficam perfeitos para qualquer ocasião diurna, exceto reunião de business é claro. Este look passa a impressão de que vc é rico, bem nascido e nada tem o poder de tirar seu bom humor. É um look bon vivant muito chic! 
  • Look 5 é diurno e basta. Costume khaki ou beige mesmo que encorpado, não é para a noite. Beige +azul claro + marinho deixa todos lindinhos. Loafers de camurça são indispensáveis.
  • Look 6 é o famoso Tuxedo ou Smoking para ocasião Black Tie. Este smoking perfeito no caimento, dura décadas no armário sem precisar ajustar nada quando de repente chegar um convite que exija black tie. Gavata borboleta é de rigueur e por gentileza não estraguem este traje com gravata que não seja um verdadeiro noued papillon. O loafer de veludo leva modernidade ao traje formal. Pode sim ser usado sem meia se vc é confiante e estiloso. O lenço branco como já expliquei, é usado como ponto de luz para iluminar o rosto.             

Confiram cada detahle no Zoom abaixo:
  
 

Exotic Bohemian Chic

  
Os tecidos da designer italiana Idarica Gazzoni são inspirados no Império Otomano, na antiga Pérsia , China, Japão e Rússia! Tudo impresso com ar levemente desbotado com ar proposital quase gasto já que é o efeito vivido que faz o chic cool e despretencioso! Quanto mais misturar melhor! Aqui uma seleção dos tecidos que podem ser comprados com exclusividade através do Fabrizio Rollo Interiors pelo email fabriziorollo@fabriziorollo.com 

    
    
   

Jacqueline Style

  

Jacqueline Coumans comandou por anos a Boutique de tecidos Le Decor Français em Manhattan. Francesa mas diria brasileira de coração, Jacq como a chamo, morou no Brasil antes de escolher NY para montar a boutique mais charmosa de tecidos para decoração. Certa vez, caminhando pela Lexington Avenue, me chamou a atenção uma pequena vitrine. Entrei e fiquei maravilhado com os tecidos e com Jacq que virou amiga querida imediatamente. Jacq é daquelas pessoas com estilo próprio. Mistura padronagens diversas em especial as florais coloridas, românticas, esmaecidas, vibrantes, micro ou maxi estampas, com fundo lido ou listado. Woody Allen, Sigourney Weaver e a Princesa Lee Radziwill fazem parte da sua clientela top! Seu savoire-mix inspira muitos decoradores mas tem também os decoradores copiadores que chupam seu estilo para chamar de seu. Jacq e eu temos em comum a paixão por tecidos e estampas. Desde criança coleciono pedaços de tecidos que guardava num gaveteiro no meu quarto na casa dos meus pais. Na adolescência,  juntava um tecido aqui e outro ali  e fazia almofadas de patchwork. O segredo para misturar desenhos e texturas, é o que passei a chamar de sinfonia das estampas. Ouço cada padronagem como se sopprassem em meus ouvidos  um Dó, Ré, Mi afinadíssimo para amarrar as composições têxteis. Olhos e ouvidos atentos, misturo aqui, ali e acolá e voilà ! Jacq me contou que anos atrás Lee Radziwill ( irmã de Jacqueline Kennedy) entrou na loja para escolher um tecido para seu sofá imenso todo revestido de tapeçaria de veludo léopard que o grande decorador Jacques Grange havia criado. Lee achava  que já estava  gasto e na hora de trocar. Jacq disse que era para continuar assim e recusou se a trocar o veludo super chic. Lee Radziwill não trocou o tecido e deu o sofá para o filho. Veludo é o único tecido que envelhece bem. Quanto mais usado e até surrado mais chic é. Conheçam o estilo de Jacqueline que deixa a todos encantados. Abaixo, sua casa nos Hamptons, toda florida com tecidos nas paredes, tetos, sofás, poltronas, cadeiras, cúpulas e cabeceiras. A Boutique fechou mas Jacqueline continua atendendo os clientes em seu apto na 92 em NY . By Appointment bien sur! 

    
    
  

    
    
 

   
 

TRIO CHIC

   
O clube dos chics  tem cada vez menos sócios. Imaginem se um jovem hoje está interessado em ser chic ???? Ouso dizer que ser chic hoje em dia é algo quase fora de moda. QUASE! O mundo mudou e muda mais e mais porém afirmo que ser Chic com o outro e para o outro, jamais ficará fora de moda

Existe o ser chic para vc e o ser chic para o outro. Claro que o verdadeiro chic é formado pelas duas forças, mas mesmo quando ser chic tinha mais adeptos, ser chic assim de verdade já era raridade. Muitos usufruíam deste estado de espírito apenas para si, para colher elogios, ao invés de exercerem o chic em favor dos outros. Sempre existiram as exceções é claro, porém antes como hoje, é raro encontrar o Chic não pavão, o chic que causa emoção!

A Grande Dica para o homem estar Super bem vestido para qualquer ocasião é o que chamo de TRIO CHIC. São 3 peças très chic para usar faça sol, chuva ou lua: Paletó marinho, camisa branca e calça cinza! Este look é eterno sim senhor! 

Todo homem precisa ter no armário estas 3 peças para usar de dia ou de noite. É o look indispensável para homens de verdade!

Abaixo como usar o TRIO CHIC:

  • Paletó marinho pode ser usado com sapato preto além é obvio do sapato marrom, porém com Blazer , que é o paletó marinho com botões dourados, só se usa sapatos marrons e jamais pretos.
  • O Trio Chic pede meias marinho
  • O Trio chic pode ganhar gravata para ocasião mais formal diurna ou noturna.Para noite, gravata mais sobria. Marinho com bolinhas brancas ou Regimental tie, com listas diagonais são perfeitas. Garanto que será elogiado pelo bom gosto!                                  
  • Caso sinta se confiante, use um lenço no bolso. Lenço no bolso para alguns parece enfeite, mas para quem sabe usar, faz parte da personalidade. O lenço branco no bolso é usado para iluminar o rosto. Este ponto branco no paletó marinho ilumina o rosto masculino assim como pó iluminador ilumina as têmporas femininas. Cada gênero tem ser arsenal e truques para levantar a beauté. 
  • Para o dia , o Trio Chic pode trocar a calça cinza pela khaki. Somente para o dia. No dia seguinte, troque a camisa branca por camisa azul chambray. Assim vc terá vários looks diferentes numa viagem. 

Confiram as composições:

Look 1 : Paletó marinho com camisa branca e calças cinza. Este é o que chamo Trio Chic. Use com sapatos marrons e meias marinho

Look 2 : Paletó marinho com camisa branca e calças khaki. Sapatos marrons e meias marinho

Look 3 : Paletó marinho com camisa azul chambray e calças khaki. Sapatos marrons e meias marinho

Look 4: Paletó marinho com camisa azul chambray e calças cinza. Sapato marrom e meias marinho

    
 
Meus acessórios indispensáveis: carteira de croco cor ébano, caneta de ouro, óculos cor avelã da empresa francsa que produzia os óculos de Le Corbusier. Uma água de colônia suave ao invés de perfume mais encorpado, vai bem com o Trio Chic! 

 
Todo sapato deve ser calçado com a calçadeira. Esta espátula além de facilitar, nao deixa que o couro do sapato fique marcado. A minha é anos 30, inglesa, de prata e tartaruga, mimo super chic que ganhei da amiga querida Juliana Benfatti

Flores Forever

   

Aurélio Martinez Flores, que nos deixou faz pouco, será para sempre o Grand Seigneur da arquitetura paulistana da segunda metade do século XX. Nascido no México, Aurélio é nosso arquiteto moderno que esculpiu projetos de estilo eterno. É o precursor dos  volumes geométricos brancos. Sua arquitetura branca, destaca-se desde os anos 60 quando aqui chegou para instalar uma fábrica da Florence Knoll, empresa americana pioneira na producão de mobiliário dos grandes designers internacionais como Le Corbusier, Mies van der Rohe , Harry Bertoia entre outros. Aurélio partiu aos 86 anos de maneira inesperada: acordou num domingo em sua casa, desceu para tomar chá e como não encontrou o de sua preferência, pediu ao caseiro que fosse comprar. Assim que o funcionário saiu para cumprir a tarefa, fechou a porta , virou -se para subir as escadas e num pequeno desequilíbrio talvez pela sonolência, caiu de costas batendo a cabeça no piso branco cerâmico que tanto difundiu nos interiores das casas que projetou. A queda foi fatal e sem dúvida este foi o único desequilíbrio em sua vida e trajetória profissional. Estou aqui escrevendo para vcs e neste minuto fui invadido por um arrepio seguido de ardor no nariz e olhos molhados…. respiro fundo e continuo a escrever para deixar registrado em nosso Site a importancia de Aurélio Martinez Flores tanto na arquitetura como na sua maneira de ser! Conheci bem Aurélio assim como sua mulher Stella Martinez Flores, que juntos criaram a loja Interdesign, precurssora em objetos e mobiliário assinado super selecionado. Minha admiração vem desde que descobri seu trabalho e jamais pensei que seria admirado e querido por alguém como ele … e mais… trabalhar junto ao Aurélio  no projeto do apartamento da publisher Patricia Carta, foi uma troca altamente significativa. Insisti para que Patsy , como a chamo, comprasse o apartamento pois era o segundo imóvel que deixava escapar no mesmo edifício. Lembro que disse a Patsy : ou compra este ou não comprará outro. Cuidei do decor do apto todo que antes passou por uma big reforma a 3 mãos que durou mais de um ano. Aurélio, Patsy e eu nos reuníamos na obra para discutir o andamento e definir os acabamentos. Reuniões só no fim da tarde pois Aurélio acordava após o meio dia. Suas tiradas e piadas eram irônico-refinadas e não posso contar mais detalhes… mas também era seríssimo.Chamava sua equipe com o título Arquiteto/a antes do nome. Coisas de homem educado e respeitoso que só poderia vir de alguem super talentoso com formação old school. Arquiteta fulana de tal, este é o Arquiteto Fabrizio que vai comandar e aprovar os desenhos com vcs. Jamais me esquecerei de Aurélio. Certa vez me buscou para irmos a Bienal de São Paulo. Veio num carro simples, talvez um Fusca ou Fiat e seguimos rumo ao parque do Ibirapuera. Parou e estacionou o carro muiiiiiito longe, ainda fora do parque, próximo ao Monumento as Bandeiras. Perguntei: não é longe demais para caminharmos? Não se preocupe, respondeu. Agora pegamos um táxi para ir até lá , assim na volta não precisamos esperar aquela fila toda para pegar o carro. Sábio cidadão….Sua arquitetura branca, criada para destacar se na paisagem, deixou discípulos de grande porte como o Arquiteto Márcio Koogan, que trabalhou em seu escritório no início da carreira. Aurélio me disse que as casas precisam ser brancas para contrastarem em perfeita harmonia com o céu e o verde da vegetação ao redor. Tenho certeza que lá de cima Aurélio pode ver suas casas e projetos grandiosos mesmo que pareçam pequeninos lá da imensidão azul. Aurélio era capricorniano. Dizem que capricornianos nascem velhos e morrem como bebês. Aurélio se foi como um bebê delicado que caiu e não levantou. Suas obras foram erquidas para serem referência de um estilo único forever!

* Impecável, Aurélio era moderníssimo e tradicionalíssimo: vestia paletó marinho e calças cinzas diariamente, ao contrário de tantos arquitetos que tem ainda muita parede para pintar

  

Casas com geometria pura e sempre brancas são uma das maiores heranças deixadas pelo Arquiteto Aurélio Martinez Flores

Paredes brancas, piso branco e mobiliário as vezes antigo misturado ao melhor do design moderno eram sua marca

    

Loja Montenapoleone, uma das mais lindas da Gabriel Monteiro da Silva